Selo Generale traz, pela ótica de Ron Wood, os bastidores de uma das bandas mais importantes do mundo.


Dicas de Cds

Europe

Live At Shepherd’s Bush, London
(Hard Rock)
Por: Luiz Ribeiro

Europe
9,5/10
Ler Resenha

Kiss

Ace Frehley
(Hard Rock)
Por: Henrique Linhares

Kiss
10/10
Ler Resenha

Kiss

Hotter Than Hell
(Hard Rock)
Por: Henrique Linhares

Kiss
10/10
Ler Resenha

Kiss

Alive
(Hard Rock)
Por: Henrique Linhares

Kiss
10/10
Ler Resenha

Kiss

Destroyer
(Hard Rock)
Por: Henrique Linhares

Kiss
10/10
Ler Resenha

Kiss

Dynasty
(Hard Rock)
Por: Henrique Linhares

Kiss
8/10
Ler Resenha

Heaven N Hell

Sleeping with angels
(Hard Rock)
Por: Filipe Souza

Heaven N Hell
9/10
Ler Resenha

Shakra

Fall
(Hard Rock)
Por: Filipe Souza

Shakra
9/10
Ler Resenha

Mike Tramp

Stand Your Ground
(Hard Rock)
Por: Luiz Ribeiro

Mike Tramp
10/10
Ler Resenha

Kiss

Unmasked
(Hard Rock)
Por: Henrique Linhares

Kiss
7/10
Ler Resenha

Kiss

Creatures Of The Nigth
(Hard Rock)
Por: Henrique Linhares

Kiss
10/10
Ler Resenha

Kiss

Rock And Roll Over
(Hard Rock)
Por: Filipe Souza

Kiss
10/10
Ler Resenha

Kiss

Love Gun
(Hard Rock)
Por: Henrique Linhares

Kiss
10/10
Ler Resenha

Ignition Overdrive

Ignition Overdrive
(Hard Rock)
Por: Filipe Souza

Ignition Overdrive
9/10
Ler Resenha

Y&T

Facemelter
(Hard Rock)
Por: Luiz Ribeiro

Y&T
9/10
Ler Resenha



Metal Zone HomeResenhas de Cds → Ignition Overdrive - Ignition Overdrive

Ignition Overdrive 9/10

Gênero: Hard Rock
País: Brasil
Versão: Nacional
Tipo: CD
Faixas:
01. Doomsday Blues
02. Full Throttle
03. Gotta Push
04. Breath
05. Flux 31
06. Thunderous Roar
07. Branca
08. Bogus Fire
09. Can´t Bring me Down
10. Wonderful Sky

PUBLICIDADE Assassin - Breaking the Silence
Videos

Cradle of Filth

Nymphetamine




Ignition Overdrive

Ignition Overdrive

2014

Por: Filipe Souza (filipe@metalzone.com.br)
Publicado em: 16/05/2014

Quando pego um trabalho instrumental para ouvir me dá uma coceira e um incômodo sem fim. Geralmente trabalhos desse tipo são tão autoindulgentes e egocêntricos, que a música mesmo fica em último plano. E me preocupo ainda mais quando é um trabalho de um só homem. Porém, todas essas minhas preocupações se dissiparam quando botei para rodar esse CD.

O projeto Ignition Overdrive capitaneado pelo guitarrista Rodrigo Santos é algo muito bom para se ouvir e curtir, pois é calcado no Rock/Hard Rock. É um trabalho muito bem produzido e as composições não são nada maçantes. Ouve-se a todo o momento, claras influencias de Van Halen (Época do Sammy Hagar), Mr. Big entre outros medalhões do gênero. O guitarrista, que passou pelas bandas Rock n’ Huntin e Purple Naja, já foi premiado como melhor guitarrista no Manifesto Rock Fest.

São dez gravações que compõem o CD. É um desfile de ótimas músicas onde o guitarrista mostra toda sua versatilidade e técnica sem abrir mão de fazer uma música capaz de tocar fãs de guitarra e ouvintes tradicionais, que apenas querem escutar um bom Hard Rock.

E Hard Rock de qualidade é o que não falta nesse trabalho. Entre as dez composições destacam-se: “Full Throttle”, pesadona e cadenciada. A quarta faixa “Breath” lembrou-me Whitesnake em alguns momentos, a fase Steve Vai. É uma excelente música e bem melódica. Se tivesse sido composta na década de 90, teria tudo para se tornar a trilha sonora nos comerciais do cigarro Hollywood.

A enigmática e pesada “Flux 31” é outra música de primeira linha. Quem não tem o costume de ouvir artistas instrumentais, assim como eu, cometerá alguns deslizes. E aguardar a entrada do vocalista a qualquer momento é um deles (risos).

Outros pontos altos do trabalho são: “Thunderous Roar”. A baladinha “Branca”, lindíssima por sinal. O disco finaliza com mais três ótimas canções: “Bogus Fire”, “Can´t Bring me Down” essa faixa versa bem entre o Thrash Metal e o Hard Rock com solos arrasadores. E a última canção “Wonderful Sky”, com mais de seis minutos começa cheia de swing e com uma levada de jazz e aos poucos ganha ainda mais ritmo e varia entre o jazz e rock.

O saldo desse trabalho é muito positivo e tem tudo para agradar fãs estudiosos de guitarra ou não. São poucos os CDs instrumentais onde o instrumentista prioriza a musica. E o Rodrigo Santos trabalhou muito bem nesse aspecto.




Conteúdo Relacionados

Em Foco
Discografia Comentada
Shows
Long Live NWOBHM
Entrevistas


ULA
Metal Zone - Revista Digital especializada em Rock, Heavy Metal e suas vertentes, Tecnologia, Quadrinhos, HQ, Literatura, entre outros assuntos.
Jornalista Responsável: Filipe Souza - MTB: 32471/RJ
© 2000 - 2017
Somos Sociáveis :)
  • Myspace
  • Facebook
  • orkut
  • Last FM
  • Twitter
  • You Tube
Desenvolvido pela Art Com Texto - Comunicação & Design