Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/filipe5/metalzone.com.br/site/resenhas/materia.php:1) in /home/filipe5/metalzone.com.br/Connections/conn_metalzone.php on line 18

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/filipe5/metalzone.com.br/site/resenhas/materia.php:1) in /home/filipe5/metalzone.com.br/Connections/conn_metalzone.php on line 22
Metal Zone | X-Empire - End of Times - 7,5/10 - Metal Core | Mesmo a banda vendendo a imagem de que o som que fazem é tão original e não cabe em um rótulo, só me fez ficar mais interessado pela banda e cheg | Revista Digital sobre Heavy Metal, Black Metal, Thrash Metal, Death Metal, Rock. Com resenhas de shows, cds, promoções, entrevistas, bandas de garagem, demo-tapes, cds demo.
Selo Generale traz, pela ótica de Ron Wood, os bastidores de uma das bandas mais importantes do mundo.


Dicas de Cds

Nine

It´s Your Funeral
(Metal Core)
Por: Filipe Souza

Nine
8,5/10
Ler Resenha

X-Empire

End of Times
(Metal Core)
Por: Filipe Souza

X-Empire
7,5/10
Ler Resenha

Malummeh

Revival
(Metal Core)
Por: Filipe Souza

Malummeh
8,5/10
Ler Resenha



Metal Zone HomeResenhas de Cds → X-Empire - End of Times

X-Empire 7,5/10

Gênero: Metal Core
País: Brasil
Versão: Nacional
Tipo: EP
Faixas:
01. Principium et Finis
02. Fallen
03. Warcry
04. No Answers
05. Scars From The Past
06. End Of Times
07. Reflections In The Dark

PUBLICIDADE Assassin - Breaking the Silence
Videos

Cradle of Filth

Nymphetamine




X-Empire

End of Times

2014

Por: Filipe Souza (filipe@metalzone.com.br)
Publicado em: 03/06/2014

Mesmo a banda vendendo a imagem de que o som que fazem é tão original e não cabe em um rótulo, só me fez ficar mais interessado pela banda e chegar à conclusão que não é bem assim.

É tanta mistura ou referencia (como queira) com bandas mais modernas de metal, que no final das contas restam apenas algumas pontas soltas no disco. Essas pontas soltas são ótimos momentos, mas ainda assim fica uma sensação de que algo está faltando. E eu sou um cara que gosta de tudo o que você puder imaginar em termos de Rock/Metal.

As letras das músicas são ótimas, a produção do disco é de primeira, mas a sonoridade que é o foco principal dessa conversa, não conseguiu me empolgar em dois momentos. E o fator mais interessante é que quase todas as musicas do CD lembram uma banda diferente ou tem uma sonoridade diferente. Só que é diferente demais!

Talvez a minha ignorância não permita alcançar a proposta da banda, que parece uma grande Jam Session, com vocalistas de Metal Melódico/Progressivo, Power Metal e Deathcore. Sem contar o fato de que é um EP com 13 músicos convidados. Para uma primeira audição é interessante, mas depois fica cansativo.

O CD começa muito bem com “Fallen”, um Deathcore de primeira linha, mas em menos de um minuto teve voz rasgada, gutural e limpa. É um desfile de gêneros musicais, mas com um ótimo instrumental.

A terceira faixa “Warcry”, que é a música de trabalho da banda, também começa muito bem. A canção flerta com o Deathcore e o Thrash Metal, mas depois entra uma voz melódica e deixa ainda mais interessante a canção. Só que a música se torna um circulo vicioso onde tudo é repetido várias vezes.

A balada “No Answers” tem um instrumental maravilhoso. A canção é o ponto mais alto desse trabalho. A música inicia com uma voz limpa e melódica masculina e depois entra uma voz feminina que continua o trabalho.

Já na quinta música “Scars From the Past” a brincadeira de salada mista voltou com Power Metal+Death Metal+Metal Melódico. Mais uma vez o instrumental se sobressaiu vigorosamente, mas esse excesso de vozes deixa o som um pouco maçante.

Para fechar o EP “End of Times” mantém uma boa intensidade e não exagera nas misturas ficando entre o Deathcore e o Thrash Metal. Têm solos ótimos de guitarra e passagens de baixo muito boas.

O CD fecha com a instrumental “Reflections in the Dark”, uma canção instrumental com pouco mais de dois minutos.

O X-Empire é uma banda que vai conseguir se dar bem, já que esse som que para alguns como eu, pode parecer confuso e sem nexo, tem uma grande aceitação pelos fãs mais novos de Metal.




Conteúdo Relacionados

Em Foco
Discografia Comentada
Shows
Long Live NWOBHM
Entrevistas


ULA
Metal Zone - Revista Digital especializada em Rock, Heavy Metal e suas vertentes, Tecnologia, Quadrinhos, HQ, Literatura, entre outros assuntos.
Jornalista Respons?vel: Filipe Souza - MTB: 32471/RJ
© 2000 - 2017
Somos Sociáveis :)
  • Myspace
  • Facebook
  • orkut
  • Last FM
  • Twitter
  • You Tube
Desenvolvido pela Art Com Texto - Comunicação & Design