Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/filipe5/metalzone.com.br/site/resenhas/materia.php:1) in /home/filipe5/metalzone.com.br/Connections/conn_metalzone.php on line 18

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/filipe5/metalzone.com.br/site/resenhas/materia.php:1) in /home/filipe5/metalzone.com.br/Connections/conn_metalzone.php on line 22
Metal Zone | Chronosphere - Embracing Oblivion - 8,5/10 - Thrash Metal | Os gregos do Chronosphere estão na ativa com seu Thrash Metal furioso desde 2009. O primeiro álbum da banda “Envirusment” foi lançado em 2012 e | Revista Digital sobre Heavy Metal, Black Metal, Thrash Metal, Death Metal, Rock. Com resenhas de shows, cds, promoções, entrevistas, bandas de garagem, demo-tapes, cds demo.
Selo Generale traz, pela ótica de Ron Wood, os bastidores de uma das bandas mais importantes do mundo.


Dicas de Cds

Megadeth

The World Needs A Hero
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Megadeth
7/10
Ler Resenha

Megadeth

Cryptic Writings
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Megadeth
8/10
Ler Resenha

Kreator

Violent Revolution
(Thrash Metal)
Por: Henrique Linhares

Kreator
9,5/10
Ler Resenha

Megadeth

Killing is my Business
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Megadeth
7,5/10
Ler Resenha

Agressor

Victim of Yourself
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Agressor
8,5/10
Ler Resenha

Tamuya Thrash Tribe

United
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Tamuya Thrash Tribe
10/10
Ler Resenha

Megadeth

Countdown To Extinction
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Megadeth
9,5/10
Ler Resenha

Unmasked Brains

Turning On
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Unmasked Brains
8,5/10
Ler Resenha

Megadeth

Peace Sells, But Who´s Buying?
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Megadeth
9/10
Ler Resenha

Megadeth

The System Has Failed
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Megadeth
8,5/10
Ler Resenha

JackDevil

Unholy Sacrifice
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

JackDevil
10/10
Ler Resenha

Metallica

Through the Never
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Metallica
10/10
Ler Resenha

Juggernaut

Ground Zero Conflict
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Juggernaut
8,5/10
Ler Resenha

JackDevil

Under The Satan Command
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

JackDevil
10/10
Ler Resenha

Ektomorf

Instinct
(Thrash Metal)
Por: Filipe Souza

Ektomorf
9,5/10
Ler Resenha



Metal Zone HomeResenhas de Cds → Chronosphere - Embracing Oblivion

Chronosphere 8,5/10

Gênero: Thrash Metal
País: Grécia
Versão: Importado
Tipo: CD
Faixas:
01. Killing My Sins
02. One Hand Red Per Saint
03. Porce Fed Truth
04. Brutal Decay
05. Frenzied From Inside
06. Herald The Uprising
07. City Of The Living Dead
08. Seize Your Last Chance
09. Beyond Nemesis
10. The Redemption
www.facebook.com/ChronosphereGr

PUBLICIDADE Assassin - Breaking the Silence
Videos

Cradle of Filth

Her Ghost in the Fog




Chronosphere

Embracing Oblivion

2014

Por: Filipe Souza (filipe@metalzone.com.br)
Publicado em: 26/06/2014

Os gregos do Chronosphere estão na ativa com seu Thrash Metal furioso desde 2009. O primeiro álbum da banda “Envirusment” foi lançado em 2012 e recebeu muitos elogios da mídia especializada. E dois anos depois o grupo retorna com mais um trabalho de grande nível “Embracing Oblivion” (2014).

Calcado no Thrash Metal oitentista a banda incorpora no seu pesadelo sonoro a fúria do Speed Metal. E o maior exemplo é a faixa de abertura “Killing My Sins”. Uma música ligeira, pesada e parece possuir dentes de aço que devorarão o ouvinte.

Em uma mistura sonora que lembra a banda Anthrax ligada em mais de 220 voltz, as músicas do Chronosphere são muito bem executadas. Os músicos são ótimos com destaque para o baterista Thanos Krommida e os guitarristas Spyros Lafias (vocal/guitarra) e Panos Tsampras.

Entre as dez faixas do disco, que são todas muito boas, complicando a vida para escolher algumas em particular, eu fico com a faixa de abertura “Killing My Sins”. A música “Herald the Uprising” tem o refrão muito bem encaixado e também possui um instrumental fora de série. A sétima faixa “City Of The Living Dead” tem ótimos riffs. O disco fecha com uma instrumental fulminante “The Redemption”, que é praticamente uma metralhadora de riffs e depois bases precisas com um acompanhamento de bateria animalesco. Quer algo mais década de oitenta do que uma musica instrumental?

A ótima produção de CD aliada é claro as composições muito boas tornam esse disco indispensável para os fãs do estilo. Tomara que esse trabalho não demore para sair por aqui.




Conteúdo Relacionados

Em Foco
Discografia Comentada
Shows
Long Live NWOBHM
Entrevistas


ULA
Metal Zone - Revista Digital especializada em Rock, Heavy Metal e suas vertentes, Tecnologia, Quadrinhos, HQ, Literatura, entre outros assuntos.
Jornalista Respons?vel: Filipe Souza - MTB: 32471/RJ
© 2000 - 2018
Somos Sociáveis :)
  • Myspace
  • Facebook
  • orkut
  • Last FM
  • Twitter
  • You Tube
Desenvolvido pela Art Com Texto - Comunicação & Design